Saúde

Ops, escapou! Mas afinal, o que significam os escapes?

6 de abril de 2018

Em algum momento da vida você já teve ou terá um escape. Não sabe o que é? Pois bem, escapes são pequenos sangramentos irregulares, que ocorrem fora do seu ciclo normal de menstruação. Apesar de assustarem bastante, eles não costumam ser motivos para grandes preocupações (mas claro, sempre procure seu médico quando perceber que algo em seu corpo não está normal!).

Diferentemente da menstruação comum, o sangue de escape não costuma ter uma coloração muito forte e nem ser muito intenso, mas por que eles acontecem? Listamos, abaixo, algumas das principais causas dessas visitinhas indesejáveis:

– Pílula do dia seguinte:
Em momento algum indicamos que vocês tenham relações sexuais sem proteção, ok? Bom, como a função da pílula é, justamente, evitar uma gravidez indesejada, após uma relação sem proteção, nesses casos o escape é normal, por um ou dois dias. Sangramento de cor marrom ou avermelhado significa que o uso do método, de fato, funcionou.

– Anticoncepcional:
Não é novidade para ninguém que cada mulher tem um organismo diferente e que o método que sua amiga usa, talvez, não seja o mais indicado para você. Os hormônios presentes no anticoncepcional têm como principal objetivo regular a menstruação, portanto, caso a pílula que você está tomando tenha menos hormônios que o necessário para isso acontecer, você terá escapes. Neste caso é indicado conversar com seu médico para que ele indique o melhor para o seu corpo.

– Troca de anticoncepcional:
Quando ocorrer a troca de anticoncepcional também poderá acontecer alguns escapes, pequenos, em tons de borra de café, até seu corpo se adaptar ao novo método.

– Esquecer-se da pílula:
Vamos combinar que todo mundo aqui já deu aquela esquecidinha de tomar a pílula anticoncepcional alguma vez na vida, né? Mas não pode! Coloca o alarme pra tocar, coloca bilhetinho na mesa, no computador, enfim, não pode esquecer, senão o escape vem, gurias (ou o bebê)!

– Lesões durante as relações sexuais:
Caso, durante o ato sexual, tenha ocorrido algum atrito mais intenso (costuma acontecer mais em meninas grávidas), pode ocorrer algum sangramento na vagina ou entrada do útero, sim.

– Nidação:
Geralmente esse filetinho de sangue é um bom sinal para quem está tentando engravidar. A nidação é um sangramento que pode ocorrer quando o óvulo fecundado se prende à parede do útero, beeem no início da gestação. Como os demais escapes, costuma cessar em 1 ou 2 dias.

– Pólipos e miomas:
Nestes casos o sangramento pode ser mais intenso e vir acompanhado das terríveis cólicas. Além disso, longos períodos sem menstruar, seguidos de vários dias menstruando também podem acontecer, mesmo tomando a pílula anticoncepcional certinho.

– Endometriose:
Isso ocorre quando o endométrio cresce em outras regiões que não seja a parede do útero. Entre os sintomas mais comuns, estão cólicas muito fortes, fluxos menstruais bem intensos e, é claro, os escapes.

– Câncer de endométrio ou colo do útero:
Se você já passou a mais de um ano da menopausa e teve um sangramento, mesmo que pequeno, procure seu médico, pois pode ser algo mais grave, como câncer.

– Infecções/inflamações:
Nesses casos o escape indica que tem algo bem errado. Geralmente costumam vir acompanhados de odores desagradáveis e febre. Não vacila e vá ao gineco!

– Estresses:
O estresse pode causar muitas mudanças hormonais em nosso corpo, isso implica, muitas vezes, em menstruações irregulares e sangramentos fora de hora. Relaxe, seu corpo está pedindo um pouco de paz.

Na maioria das vezes os escapes não trazem ou significam consequências graves para você, mas como falamos diversas vezes, sempre que perceber que algo está fora de ordem em seu corpo, procure seu ginecologista, beleza?

Xoxo,

Blog - Bruna

Você pode gostar

Nenhum comentário

Leave a Reply

O carrinho de compras está aberto! | Conheça nossa loja

x