Fleurity Girls comentam

Valentine’s Day, o dia de todos os amores

14 de fevereiro de 2018

Hoje, dia 14 de fevereiro, é comemorado o dia de São Valentim (Valentine’s Day), conhecido como o “Dia dos Namorados” em muuuuitos países (sim, somos diferentões e comemoramos a data em junho, rá!).

Diferentemente da nossa comemoração por aqui, e você já deve ter reparado nos filmes dos Estados Unidos, principalmente, o Valentine’s Day não simboliza, apenas, o amor entre casais apaixonados, mas o amor num total, como amizade, família, etc. É super comum crianças trocarem presentinhos e cartinhas na escola, pessoal enviar um presente fofo para os pais, melhores amigos, enfim, o que importa é demonstrar amor.

Entretanto, você conhece a lenda de São Valentim, que deu origem a toda essa comemoração? Não? Então presta atenção que lá vem uma historinha. 😉

Há centenas de anos, lá pelo século III, havia um imperador romano chamado Claudius II que, no alto do seu poder, decidiu que todos os jovens do reino estariam proibidos de se casarem. O motivo? O imperador acreditava cegamente que os soldados casados, que passavam muito tempo longe de casa nas guerras, teriam mais dificuldade em focar nas batalhas, uma vez que suas mentes estariam longe, pensando nas esposas e nos filhos (convenhamos que pensavam mesmo eram nas sapequices, né, gurias?). Maaaas, caso fossem solteiros, não teriam motivos para pensar em outra coisa que não fosse lutar (atá, sentá lá, Claudius!).

Valentim (Valentine, na gringa), um padre bondoso e rebelde da época, achava essa história toda uma bobagem injusta e continuou casando os jovens em segredo. Certo dia, porém, Claudius descobriu os feitos do padre casamenteiro e o sentenciou à morte. :(

Durante o período em que passou preso, Valentim recebeu inúmeras visitas de casais agradecidos e pessoas que o apoiavam, entre elas, a filha cega de um dos guardas da prisão. Os dois, então, se apaixonaram e, pouco antes de ser condenado à forca, no dia 14 de fevereiro, ele deixou-lhe uma carta declarando seu amor. De acordo com a lenda, ao receber a carta, a jovem voltou a enxergar, o que ficou conhecido como o “último milagre de amor de Valentim”.

Fofo e trágico.

Apesar de não comemorarmos a data como em outros países, sempre é bom demonstrar um pouquinho de amor pelas pessoas ao nosso redor, não? ❤

Xoxo

bruna

Você pode gostar

Nenhum comentário

Leave a Reply

O carrinho de compras está aberto! | Conheça nossa loja

x